Já fez campanhas no Facebook e não obteve retorno? Saiba o porquê

Tempo de leitura: 4 minutos

As redes sociais já fazem parte do nosso dia a dia. Todos nós checamos várias vezes por dia nossos e-mails, WatsApp e Facebook. Os empresários já perceberam o poder dessa ferramenta para oferecer produtos e serviços. Dentre as mídias sociais, o Facebook é a maior em todo o mundo e o instagram promete crescer mais rapidamente esse ano.
Vários empresários já tentaram, por conta própria, fazer algum tipo de anúncio no Facebook, visto a facilidade no uso da ferramenta, porém, não obtiveram sucesso. Mas você sabe por que isso acontece?

O segredo não está em operar o sistema de anúncio do Facebook (Facebook Ads). Atualmente existem vários cursos gratuitos na internet que ensinam como criar uma fanpage e impulsionar suas ofertas. A sacada para levar o público até o objetivo final, que é a VENDA não está no uso da ferramenta, e sim na estratégia utilizada para atrair este público, bem como saber definir o público.
O maior erro que as empresas cometem é dizer que o produto que elas vendem serve pra todo mundo.  Vou te falar uma coisa: você não precisa de todos os clientes do mundo. Você precisa dos seus clientes.

Vou listar algumas dicas para você aprender definir seu público:

1) Seja realista: quem são as pessoas que normalmente compram seu produto? Faça uma lista com perfis psicológicos, físicos, de localização (onde moram) e o que gostam.
Exemplo:  vamos imaginar um café, que vende produtos de café da manhã, pequenos quitutes e bolos que você possa levar pra casa, bem como marcar uma reunião de negócios, ou que oferece um belo café da tarde (brunch).  Esse café possui preços atrativos, ou seja, oferece bons produtos por preço justo.

Resposta: Homens e mulheres, a partir dos 24 anos de idade, classe média, que moram em (listar cidades e bairros pertinentes ao público). Perceba que até aqui há uma definição muito ampla, até porque muita gente se enquadra nesses parâmetros.

2) Interesses: nessa fase há um erro muito comum, como por exemplo colocar como interesses: cafés, bolos, tortas, café da manhã, ou seja, coisas ligadas diretamente ao seu negócio. Não é só isso. E é principalmente por esses erros, que você injeta dinheiro em seus anúncios e eles normalmente não convertem.

O correto aqui é listar o comportamento desse grupo.
Essas pessoas vão a shoppings centers? Quais? Liste quais de sua cidade.
Possuem tv acabo? Assinam Netflix? Possui celular? Quais marcas? Seus filhos estudam em escolas particulares? Quais? Frequentam escolas de inglês? Quais tipos de esportes gostam ou se interessam? E por aí vai. Tente observar os comportamentos de seu consumidor, assim você conseguirá direcionar corretamente seus anúncios e otimizar seus recursos.
As pessoas não estão no Facebook procurando bolos, tortas ou cafés. É uma rede de relacionamento, lembra?

Se seu público estiver procurando algum local para fazer uma reunião bacana de negócios ou amigos, pode ser que seu anúncio seja clicado.  Se você oferecer uma promoção tentadora, talvez ele vá até sua loja para conhecer.
Normalmente as pessoas marcam umas as outras para indicar a novidade a um amigo. Não é assim?

3) Estratégia: sem ela não se consegue nada.
Nesse quesito até as agência de propaganda erram. Muitas delas fazem campanhas apenas superficiais e não pensam em toda a cadeia do processo de compra de um produto ou serviço.

Ainda pegando a Cafeteria como exemplo.
Se você fizer um anúncio genérico vai obter algumas curtidas, pessoas visitando sua página e talvez, algum visitante em seu negócio, porém não saberá se foi resultado dessa ferramenta.
Explore imagens do local, produtos, dê sugestões de consumo (coloque os preço), pois para esse público, talvez seja determinante saber o preço antes de ir até o local.
Você pode oferecer uma oferta exclusiva, com um voucher virtual (um desconto), que é uma boa estratégia para mensurar conversão das vendas.  O cliente indo até a cafeteria e mostrando o voucher você pode oferecer algo a mais, afim de ampliar o ticket médio.

4) Cadastro: saber captar cadastro em lojas físicas é um grande diferencial. As campanhas de sorteios simples ainda são muito utilizadas, porém a maioria dos empreendedores não mantém o relacionamento com seus clientes, ou seja, não os nutrem com conteúdo relevante. Limitam-se apenas em mandar cartões de aniversário e anúncios de seus produtos.
As pessoas não querem isso! Certamente seu email será jogado no lixo, sem ao menos ser aberto.
Dica: (sobre a Cafeteria) envie um e-mail mkt para seu cadastro para que comemore seu aniversário na Cafeteria, ofereça o bolo a partir de 10 convidados, por exemplo.
Ensine-o a preparar um café para receber os amigos em casa a tarde e dê sugestões do que servir.

Gostou desse texto? Deixe seu comentário aqui 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *